top of page

ARQUÉTIPO DE GAIA - A MÃE TERRA

Atualizado: 13 de fev.


Sobre o Arquétipo de Gaia, na mitologia grega, é a Mãe Terra, como elemento primordial e latente de uma potencialidade geradora imensa, a base do feminino. Em escritos de Hesíodo, no início surge o Caos (o vazio) e dele nascem Gaia (a terra), Tártaro (o abismo), Eros (o amor), Érebo (as trevas) e Nix (a noite).


Saiba mais, ao longo desse artigo sobre o Arquétipo de Gaia a Mãe Terra.









Gaia como arquétipo gera sozinha Urano (o Céu), Ponto (o mar) e as Óreas (as montanhas) Ela gerou Urano, seu par, com a intenção de ter um ser que a cobrisse completamente, e para que houvesse um lar eterno para os deuses.

Segundo o mito, Urano com receio que seus filhos tomassem o poder não permitia que Gaia gerasse seus filhos. Gaia gemia com dores e pediu ajuda a Cronos e Nix para acabar com aquela situação.

Nix desenvolveu uma foice poderosa e entrega a Gaia que em seguida conduz Cronos a castrar Urano; seu pai. Foi nesse momento, que a Terra e o Céu foram separados de uma vez por todas.

Após a queda de Urano, Cronos subiu ao trono do mundo e libertou os irmãos. Mas vendo o quanto eram poderosos, segue aprisionando os Titãs; você pode fazer um paralelo com a cultura.

Já havendo assumido regência do universo e se casado com Réia (fluir através do tempo), Cronos foi por Urano advertido de que um de seus filhos o destronaria. Seguindo o exemplo do seu pai Urano e um pouco mais atrevido, Cronos segue devorando os filhos de Réia. Nessa fase da humanidade, Réia diferente de Gaia que não conseguia gerar é condicionada a ver seus filhos nascerem e serem devorados por Cronos.

Em algumas versões, Zeus (o caminho para o Olimpo) desafia seu pai Cronos e aos demais titãs com suporte de Gaia.

Com a vitória conseguiu libertar os seus irmãos e destronar o seu pai Cronos, aprisionando junto com os Titãs. Ao longo do mito, os deuses voltam atrás nessa decisão porque a humanidade não conseguia dar forma aos projetos. Cronos era um fator primordial no crescimento dos povos.

Enfim, após grandes tentativas de Gaia destronar Zeus ao longo do mito acabou concordando com Zeus que jamais voltaria a tramar contra seu governo. Dessa forma foi ela recebida como uma titã olímpica.


Quem é Gaia Como Arquétipo no Caminho do Autoconhecimento


No caminho do autoconhecimento, trabalhar junto com a nossa natureza e não contra ela é a chave que vira nesse momento. A natureza é limitada e entender que ir contra o fluxo é sofrimento na certa.

A mulher que conhece o seu ciclo criativo tem a oportunidade de planejar sua rotina e canalizar a sua produtividade junto com a sua essência.

Gaia como arquétipo, nos ensina a aprender a dar um basta em algo que estamos engolindo há tempos e negligenciando o nosso bem estar. Confiar no nosso instinto e conhecer o nosso ciclo criativo nos proporciona tomar as decisões mais assertivas.

Inclusive, perceba que em todas as batalhas que Gaia decide travar ela é honrada e respeitada pelos seus. Existe uma troca, existe um propósito maior em cada articulação de Gaia.

Quando Gaia entra em batalhas ela entra com respeito, ela honra o adversário e entende a sua posição. Gaia estrategicamente e com a ajuda das personalidades certas conquista o seu espaço e a sua paz.



Sobre Gaia como Arquétipo na Prática



É quando você se sente cheia e com vontade de colocar seus sonhos, projetos e desejos no mundo e alguém ou situação faz você engolir tudo goela abaixo.


Quando mais uma vez você preocupa-se com o que os outros falam a seu respeito. Quando na verdade, o outro só pode ir até onde você permite.


Gaia nos ensina a colocar limites, a dizer não e fazer o que realmente importa. Plena.


Algumas mulheres estão condicionadas a engolir sapos, fingem liberdade em alguns espaços e estão como prisioneiras de seus pensamentos.


Quando você tem inveja da outra que chegou antes. Você se pune.


Quando você mente que saiu para o boy, enquanto ficou em casa assistindo tv. Você se pune.


Quando você faz algo que não acrescenta a sua saúde física ou mental para agradar o seu entorno. Você se pune.


Preste Atenção, quando é com a sua vida que você está brincando. Respeite o outro, entretanto respeite você primeiro.


Jesus disse para "amar o próximo como a nós mesmos." Entretanto, se eu não me amo como vou amar o meu semelhante como a mim mesmo. Mateus 22:39


A vida é efêmera e entender isso é a conexão com Gaia. Não há tempo a perder com o que nos faz sofrer.


Movimente-se.


Curtiu?

Comente aqui embaixo as suas experiências com os Arquétipos e Planejamento.

Agende Hoje a sua Sessão.


Forte abraço!

Patricia Lima


P.S. É Proibido o compartilhamento desse material sem os devidos créditos. Pode utilizar para inspirar-se e não para copiar.











Posts recentes

Ver tudo
bottom of page