top of page

Arquétipo da Deusa Ísis - Mitologia Egípcia

Atualizado: 13 de fev.

Arquétipo da Deusa Isis, arquétipo poderoso e os primeiros registros do culto a Ísis aparecem em documentos egípcios datados por volta de 2500 a.C., entretanto é provável ser muito mais antigo levando em conta que o governo normalmente era dirigido pelo matriarcado.


Saiba mais, ao longo desse artigo completo sobre o Arquétipo da Deusa Ísis.











O Arquétipo da Deusa Ísis é uma emanação do feminino ancestral das religiões do Mediterrâneo e do Oriente, como todos os atributos de uma mulher perfeita, desde em seus dons familiares e até os espirituais.


Resistiu a helenização do país após Alexandre Magno ter dominado a região.



Arquétipo da Deusa Ísis na História



Inclusive venceu as barreiras da própria cristianização do país, ocorrida após a sua incorporação ao Império Romano e forneceu aos teóricos do Cristianismo o arquétipo modelar para a composição da figura de Maria, mãe de Jesus, a parte feminina do Logos cristão.


Em alguns lugares o culto a deusa Isis seguiu como se fosse a Maria mãe de Jesus.

Seu nome significa a Grande Mãe, Deusa do Céu, da Terra e do Submundo, Senhora do Universo e Rainha da Noite, Ísis Senhora dos mistérios, da vida e da morte, Deusa de Dez Mil Nomes e Formas que são quase infinitas: Tanit, Astarté, estrela Spica (Alpha Virginis), Maria, a Sofia dos gnósticos, Vénus, Sekinah, Eva.


Semelhanças entre o Arquétipo da Deusa Ísis e o Panteão Grego


Seguido na eternização do seu mito, ela é semelhante a deusa Deméter no panteão grego. Conhecida como a deusa da colheita e da fertilidade e em outros pontos a personificação da deusa Hera conhecida como deusa do matrimônio. (Veja os artigos de Deméter e Hera).

Inclusive, em alguns relatos acredita-se que o mito da deusa Ísis deu origem às deusas gregas e romanas, tendo ela um pouco de cada uma delas. E também que Cleópatra era sua reencarnação. (Veja artigo da Cleópatra aqui!)


Ísis e Osíris marcam a perfeita união, o mito conta uma linda relação entre ambos. As questões que envolvem a maternidade conectam-se à relação a novidade de vida, portanto, seu festival celebra a chegada do ano novo, juntamente com o nascimento de Hórus.


Juntos, Ísis e Osíris simbolizam a realeza do Egito. Ela representa o trono no qual despontava o poder real de Osíris. No mundo antigo a veneração da deusa Isis era a religião mais popular e difundida por todo o Mediterrâneo.

Um dos festivais mais importantes, era a comemoração da chegada do Ano-Novo egípcio, à margem do Nilo.

Características Principais do Arquétipo da Deusa Ísis



O Arquétipo da deusa Ísis te direciona a auto cura , intuição, feminilidade, sagrado feminino e a criatividade.


Ísis é a rainha dos deuses, da maternidade, do nascimento e da família. É considerada a criadora do casamento.


Foi também conhecida como “A Grande Maga”, por haver recuperado os pedaços retalhados do cadáver de Osíris, ressuscitando o marido e procriado com ele, gerando Hórus. Ficou conhecida como a protetora dos mortos.



Inconformada com a morte do marido, Osíris, o trouxe de volta dos mortos e conceberam seu filho, Hórus. Por isso ela também é conhecida como protetora dos mortos, deusa da magia e da cura.


Suas asas de falcão significam vida e saúde (é batendo suas asas sobre Osíris que ela o traz de volta à vida.)

Com o poder que adquiriu descobrindo o verdadeiro nome de Ra, cura as doenças dos deuses.

Conhecida como a Grande Mãe


Como uma mulher que é cíclica, ela adquiriu todos os poderes da água, terra, vento e fogo. Grande senhora da magia. Símbolo da compaixão e maternidade.

Uma de suas representações mais frequentes é como mãe, amamentando o Hórus.

Curtiu?


Comente aqui embaixo as suas experiências com os Arquétipos e Planejamento.

Agende Hoje a sua Sessão.


Forte abraço!

Patricia Lima



P.S. É Proibido o compartilhamento desse material sem os devidos créditos. Pode utilizar para inspirar-se e não para copiar.











Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page